mercado imobiliário

O mercado imobiliário para 2023

Em 2022, o lançamento de novos empreendimentos foi suspenso gerando a valorização dos imóveis que já estavam sendo anunciados trazendo grandes resultados para o mercado imobiliário. O setor da incorporação imobiliária segue com um bom desempenho e os indicadores refletem uma gradual melhora no ambiente econômico: com queda no desemprego, arrefecimento nos custos da construção,

decadência dos impostos

A partir de 2023 já será possível solicitar a decadência dos impostos para os proprietários dos imóveis que finalizaram a construção da sua casa até o ano de 2017. A contribuição previdenciária (recolhimento junto ao INSS/Receita Federal) para a regularização de construções tem por objetivo a obtenção da Certidão Negativa de Débitos Previdenciários (CND). O

escrituração

Ainda é possível realizar a escrituração e registro da propriedade do seu imóvel no ano de 2022 sem a incidência das correções do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis – ITBI, laudêmio e emolumentos cartórios. As correções são realizadas anualmente, geralmente no mês de janeiro pela prefeitura, SPU, cartório de notas e cartório de registros

airbnb

Em uma tentativa de expandir os negócios e aumentar a receita, a Airbnb está lançando serviço para locação de prédios mais focado para proprietários que evitam aluguéis de curto prazo. De acordo com o AirDNA, em outubro os anúncios na Airbnb de apartamento em prédios, representaram somente 14%. A previsão é que esse novo serviço,

BTG Pactual

Nesta semana, A Alpha Soluções esteve presente em um evento com André Esteves, chairman do BTG Pactual, e Mansuelto Almeida, ex-secretário do Tesouro Nacional e atual economista chefe do BTG Pactual. A pauta era o cenário econômico no Brasil pós-eleição. O evento proporcionou uma conversa sobre os principais desafios do novo governo, e as prioridades

imóvel

Nós entendemos que sim. Especificamente apartamentos que, ao contrário de terrenos e casos, ainda não passou por uma significativa valorização após a pandemia. Agora que as eleições acabaram, entendemos que imóveis residenciais urbanos podem se valorizar significativamente nos próximos anos. Por um lado, se a economia tiver um bom desempenho, naturalmente haverá uma valorização dos

SPU

A Secretaria de Patrimônio da União – SPU intensificou o seu método de cobrança referente aos débitos dos imóveis aforados e/ou em regime de ocupação. Foram encaminhados todos os débitos anteriores ao presente exercício fiscal para a unidade do Banco do Brasil S.A especializada em negociação administrativa, para  dívida ativa – DAU junto à Procuradoria

Para sua casa estar regularizada, a propriedade precisa estar em seu nome. Para isso, deve ser feito o processo de escrituração. Caso seu imóvel tenha sido adquirido através de um financiamento imobiliário, o próprio financiamento já tem força de escritura pública. Quando a sua obra é finalizada, é necessário obter o Habite-se. Após isso, você

imobiliário

Neste mês de maio de 2022 passaremos a atuar com uma nova plataforma para contratação de crédito imobiliário. A ferramenta desenvolvida permitirá maior celeridade na contratação de operações de crédito imobiliário. Os processos passarão a ser conduzidos integralmente de forma eletrônica, até a data da efetiva emissão do contrato de financiamento bancário, e as linhas

poda de árvores

Muitas pessoas não compreendem ou desconhecem a necessidade de obter uma autorização para a realização de corte de árvores, conforme as leis previstas pelas Secretarias de Meio Ambiente de cada município, que preveem uma permissão para esta atividade. Qualquer poda ou corte de árvore em área particular é de responsabilidade do proprietário. No entanto, só

Desde 2019 a Secretária de Patrimônio da União está trabalhando na elaboração do processo para viabilizar a extinção do laudêmio e do foro através da remição: Isto é, os proprietários de imóveis aforados poderão pagar uma compensação financeira à União e em troca seus imóveis deixarão de estarem sob o regime de aforamento, o que

anistia

A LEI Nº 2.812, DE 18 DE MARÇO DE 2021 foi prorrogada por 180 dias, ou seja, até 4 de março de 2022, conforme Decreto Nº 9.405, de 26 de agosto de 2021. A lei viabiliza a regularização de edificações concluídas que nunca tiveram aprovação por parte da Prefeitura Municipal, bem como também edificações concluídas

TOPO
WhatsApp chat